Um jogo que se preza precisa de boas influências. Usamos algumas referências visuais e de jogabilidade para desenvolver All Is One. A primeira é o jogo Limbo, lançado em 2010 pela Playdead, inicialmente para Xbox Live Arcade (depois, para PC e PlayStation 3). O cenário escuro, com tons de cinza e preto, dão pouca definição ao ambiente, contribuindo para o visual “catástrofe”. A mobilidade do personagem de All Is One também lembra a de Limbo, com os desafios naturais e os movimentos possíveis.

imagem: divulgação

Outro game que inspirou All is One é And Yet It Moves, desenvolvido pela Broken Rules. Foi lançado em 2009 para PC e Mac e em 2010 para Wii. Aqui, o visual do cenário serve como referência para All Is One com o uso de elementos da natureza como obstáculos. A movimentação do personagem também tem seu destaque.

imagem: divulgação

Logo mais, informações sobre o tema da Global Game Jam 2012 e a criação do conceito de All Is One.